quarta-feira, 24 de agosto de 2016

NOTA DE REPÚDIO





             NOTA DE REPÚDIO


O GRUPO CHOCALHO REPUDIA A ATITUDE DA PREFEITURA DE FORTALEZA E A DECISÃO DO PREFEITO ROBERTO CLÁUDIO ( PDT ), DE PASSAR A COBRAR 3% ( TRÊS POR CENTO ) DE ISS SOBRE A IMPRESSÃO DE LIVROS, QUE NA PRÁTICA VAI DIFICULTAR O ACESSO AO LIVRO PELOS LEITORES POBRES.
FORTALEZA É A ÚNICA CIDADE QUE COBRA ISS SOBRE A IMPRESSÃO DE LIVROS, O QUE CONTRARIA LEI FEDERAL, ART. 150 , VI LETRA d, VEJA A LEI:


Seção II


DAS LIMITAÇÕES DO PODER DE TRIBUTAR

Art. 150. Sem prejuízo de outras garantias asseguradas ao contribuinte, é vedado à União, aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios:
I - exigir ou aumentar tributo sem lei que o estabeleça;
II - instituir tratamento desigual entre contribuintes que se encontrem em situação equivalente, proibida qualquer distinção em razão de ocupação profissional ou função por eles exercida, independentemente da denominação jurídica dos rendimentos, títulos ou direitos;

III - cobrar tributos:

a)
b)
c)
IV -
V - 

VI - instituir impostos sobre:

a)
b)
c)
d) livros, jornais, periódicos e o papel destinado a sua impressão.


A CULTURA PRECISA DE INCENTIVOS E NÃO DE AUMENTO DE IMPOSTOS !

MAIS INVESTIMENTOS PARA A CULTURA !



GRUPO CHOCALHO.




LUZ PARA A TERRA DA LUZ !


CHOCALHO: AÇÃO POÉTICA HOJE !


PÃO, PAZ E POESIA !


segunda-feira, 25 de julho de 2016

V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ - 2º DIA

Grupo Chocalho Comemora Dia do Escritor com homenagens

Mesa de homenageados pelo Grupo Chocalho. Fotos- Jean Cavalcante
Auriberto Cavalcante, do Grupo Chocalho, coordenou o evento. Fotos-Jean Cavalcante


O Grupo Chocalho não deixa passar em branco o Dia do Escritor, data instituída na década de 60 após a realização do I Festival do Escritor Brasileiro, iniciativa da União Brasileira de Escritores. Comandado pelo jornalista, poeta e escritor Auriberto Cavalcante, a Casa de José de Alencar sediou, em Fortaleza, o V Congresso escritores, poetas e leitores do Ceará.

Escritora Emmir Nogueira recebe  homenagem.
Escritora Emmir Nogueira recebe homenagem


A manhã de segunda-feira, dia 25, foi reservada para homenagens a escritores, instituições e iniciativas que visam a difusão da literatura cearense. Auriberto destacou a falta de incentivo do poder público à literatura, discorreu sobre a história do Grupo Chocalho que desde sua fundação, no início da década de oitenta, busca despertar a sociedade para a leitura e produção literária.

Escritor sobralense César Barreto foi homenageado no evento
Escritor sobralense César Barreto foi homenageado no Congresso


A escritora cearense Emmir Nogueira, cofundadora da Comunidade Católica Shalom, compôs a lista de homenageados, ao lado de figuras como Beatriz Alcântara; o ex-governador Gonzaga Mota; a  jornalista Adísia Sá, do Grupo O Povo de Comunicação; professora Yara Guerra, da Academia Cearense de Letras de Caucaia; escritores Pedro Lyra, Batista de Lima, César Barreto e Roberto Pontes. entre outros.


Literatura cearense


O Grupo Chocalho incentiva a leitura com a distribuição de livros, além de promover congressos e concursos de poesia. “Chegamos a colocar mais livros literários nas mãos das pessoas do que o Governo”, frisa Auriberto Cavalcante.
Iniciativa que mereceu o aplauso de todos foi a do ex-governador Gonzaga Mota que transformou parte de seu escritório em uma estante-livraria dedicada exclusivamente para autores cearenses.
Estes escritores não encontram espaço no mercado. Depois de procurar e não encontrar títulos de alguns nomes consagrados, Gonzaga Mota decidiu dar cabo à ideia. A estante-livraria ainda não está aberta ao público, mas já recebeu obras de quatrocentos autores cearenses para serem  comercializadas  ou expostas ao público.



sábado, 16 de julho de 2016

DIA DO ESCRITOR SERÁ COMEMORADO NO V CONGRESSO

                   AURIBERTO NO LANÇAMENTO DO LIVRO DA EMMIR NOGUEIRA


V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ.


DIA DO ESCRITOR SERÁ COMEMORADO NO V CONGRESSO, NA OPORTUNIDADE
O GRUPO CHOCALHO INICIARÁ AS COMEMORAÇÕES PELOS 33 ANOS DE FUNDAÇÃO. COMO FORMA DE GRATIDÃO  O GRUPO CHOCALHO HOMENAGEARÁ SEUS AMIGOS, APOIADORES, PATROCINADORES E ESCRITORES CEARENSES.


CHOCALHO:  AÇÃO POÉTICA HOJE !



RELAÇÃO DOS HOMENAGEADOS NO DIA DO ESCRITOR.



                           ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE CAUCAIA - ALAC



                                    AURIBERTO CAVALCANTE E ADÍSIA SÁ



                                              AURIBERTO  E ARY ALBUQUERQUE


                                    LÚCIO ALCÂNTARA, AURIBERTO E LYMA NETTO


                                              AURIBERTO E BEATRIZ ALCÂNTARA



                                                    BATISTA DE LIMA



                                                         CÉSAR BARRETO




                                                 ELIOMAR DE LIMA



                                                   FERNANDO HUGO



                                                     FRANCISCO ÁVILA ( BÁ )



                                                 FUNDAÇÃO BETO STUDART



                                                  GABRIEL JOSÉ DA COSTA



                                                        GONZAGA MOTA


                                                     JÚNIOR BONFIM



                                                        LAURO MARTINS



                                                      EMMIR NOGUEIRA



                                                         OSWALD BARROSO




                                                          PEDRO LYRA



                                                   ROBERTO PONTES



                                                      TV DIÁRIO
                              


RELAÇÃO DOS HOMENAGEADOS NO DIA DO ESCRITOR.


DATA: 25 DE JULHO DE 2016
HORA: ÀS 10:00 HORAS
LOCAL: NA CASA DE JOSÉ DE ALENCAR.


O1- ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DE CAUCAIA - ALAC;
02- ADÍSIA SÁ;
03- ARY ALBUQUERQUE;
04- BATISTA DE LIMA;
05- BEATRIZ ALCÂNTARA;
06- CÉSAR BARRETO;
07- ELIOMAR DE LIMA;
08- FERNANDO HUGO;
09- FRANCISCO ANTONIO FERREIRA ÁVILA;
10- FUNDAÇÃO BETO STUDART;
11- GABRIEL JOSÉ DA COSTA;
12- GONZAGA MOTA;
13- JÚNIOR BONFIM;
14- LAURO MARTINS;

15- LÚCIO ALCÂNTARA;
16- MARIA EMMIR OQUENDO NOGUEIRA;
17- OSWALD BARROSO;
18- PEDRO LYRA;
19- ROBERTO PONTES;
20- - TV DIÁRIO.


DIPLOMA MÉRITO CHOCALHEIRO


01- KEYNNE IDILVA SAMPAIO TEIXEIRA;
02- FUNDAÇÃO WALDEMAR ALCÂNTARA;
03- SINDICATO DAS INDÚSTRIAS DA PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA DO ESTADO DO CEARÁ - SINDPAN;
04- PRINT COLOR.


DIPLOMA GRATIDÃO ETERNA ( IN MEMORIAM )


01- AIDIFAX RIOS;
02- BARROS PINHO;
03- EDILMAR NORÕES;
04- JOSÉ TELLES;



SERVIÇO: 

 GRUPO CHOCALHO


V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ


TEMA:


LIBERDADE DE EXPRESSÃO: O PENSAMENTO E A DIALÉTICA NA AÇÃO POÉTICA DO ESCRITOR, FORMANDO LEITORES CONSCIENTES E CRÍTICOS.


LOCAL: 
CASA DE JOSÉ DE ALENCAR

ENDEREÇO: Av. Washington Soares, 6055 - Messejana, Fortaleza - CE, 60830-641
Telefone:(85) 3276-2379


DATA: 
 24, 25 E 26 DE JULHO DE 2016

ABERTURA DIA 24 DE JULHO ( DOMINGO ) ÀS 09:00 HORAS


INSCRIÇÃO GRÁTIS


MAIS INFORMAÇÕES NO BLOG DO GRUPO CHOCALHO: http://grupochocalho.blogspot.com.br/


terça-feira, 5 de julho de 2016

INSCRIÇÃO GRÁTIS









PROMOÇÃO GRUPO CHOCALHO


LOCAL:




CASA DE JOSÉ DE ALENCAR
ENDEREÇO: Av. Washington Soares, 6055 - Messejana, Fortaleza - CE, 60830-641
Telefone:(85) 3276-2379



DATA:

24, 25 E 26 DE JULHO DE 2016



HORA:

ABERTURA DIA 24 DE JULHO ( DOMINGO ) ÀS 09:00 HORAS



INSCRIÇÃO GRÁTIS

MAIS INFORMAÇÕES NO BLOG DO GRUPO CHOCALHO: http://grupochocalho.blogspot.com.br/


TEMA:


LIBERDADE DE EXPRESSÃO: O PENSAMENTO E A DIALÉTICA NA AÇÃO POÉTICA DO ESCRITOR, FORMANDO LEITORES CONSCIENTES E CRÍTICOS.



JUSTIFICATIVA

O autoritarismo instaurado com o Golpe Militar de 64 foi um dos fatores históricos mais influentes nas manifestações artísticas e culturais no Brasil. Grandes movimentos surgiram em protesto à ditadura, perpetuada ao longo de duas décadas. Festivais de música, tropicalismo, poesia do “desbunde”, poesia social e marginal, foram algumas das manifestações com tom de arte. A poesia do desbunde foi uma reação de escapismo à opressão, em tom irônico. Seu maior divulgador foi o Pasquim, que reunia intelectuais como: Henfil, Paulo Francis, Ruy Castro, Ziraldo, e colaboradores como Chico Buarque e Rubem Fonseca. O Pasquim tinha uma luta sem tréguas contra a ditadura vigente. Acabou perseguido e censurado durante o governo militar. Nas décadas de 70/80 surge o movimento chamado poesia marginal, que tem como destaque os poetas Cacaso, Torquato Neto, Chacal, Charles, Paulo Leminski e Ana Cristina César. Os poetas marginais tinham a preocupação com a expressão de questões sociais, além de fatos triviais e sentimentais. Por mais de duas décadas de repressão cultural no Brasil, a arte do protesto, tornou-se importante, bela e essencial. Durante os dez anos de vigência do AI-5 (1968-1978), cerca de 200 livros sofreram veto. Os critérios eram obscuros: cenas de sexo, palavrões e a sugestão de propaganda política eram as justificativas mais comuns, mas pretextos vagos, como “atentado à moral e aos bons costumes” e “conteúdo subversivo”, também eram usados. O órgão responsável era a Divisão de Censura de Diversões Públicas, que durou até 1988, ano em que a Assembléia Nacional Constituinte pôs fim à censura. A censura não poupou os romances e contos Feliz Ano Novo, de Rubem Fonseca; Zero, de Inácio de Loyola Brandão; Dez Estórias Imorais, de Aguinaldo Silva; Em Câmara Lenta, de Renato Tapajós; Mister Curitiba, de Dalton Trevisan; e O Cobrador, de Rubem Fonseca. Muitos escritores a exemplo de Jorge Amado e Érico Veríssimo protestaram contra a censura, e teve escritores que até foram presos por conta do conteúdo de suas obras, como foi o caso de Cassandra Rios, que 1976 dos seus 36 livros teve 33 censurados. Contudo, com o processo de redemocratização fruto da luta de artistas, poetas, escritores e músicos, além de homens como Ulisses Guimarães, Tancredo Neves e Dante de Oliveira dentre outros heróis anônimos que entregaram suas vidas na luta pela libertação política do Brasil, mostra
hoje, alguns de seus resultados.



NO CEARÁ


No Ceará, ao longo dos anos 60, 70 e 80, vários escritores, poetas, artistas e intelectuais saíram em defesa da Democracia, desafiando a Ditadura Militar, transformando em arte o luto e a luta pela Liberdade. Alguns foram perseguidos e até presos. Mas nem o cárcere silenciou a voz, os versos e as palavras dos nossos artistas. Surgiram vários Movimentos de Resistência, dentro e fora das Universidades.
Desse tempo de lutas destacamos, o GRUPO SIN, fundado por Roberto Pontes, Pedro Lyra, Horácio Dídimo, Linhares Filho e Rogério Bessa; CLUBE DOS POETAS CEARENSES, REVISTA O SACO, NAÇÃO CARIRI; MOVIMENTO DE ARTE POPULAR DO PIRAMBU; PESSOAL DO CEARÁ; GRUPO CHOCALHO; GRUPO COMBOIO; GRUPO DE TEATRO GRITA e intelectuais e artistas, onde destacamos: Patativa do Assaré; José Alcides Pinto; Oswaldo Barroso; Rosemberg Cariri; Dimas Macêdo; Barros Pinho; Batista de Lima; Stênio Freitas; Auriberto Cavalcante; Costa Senna; Mário Gomes; Costa Matos; Juarez Leitão; Guaracy Rodrigues; Manoel Coelho Raposo; Nilton Maciel; José Carlos Matos;José Jackson Coelho Sampaio; Omar Rocha; Graça Freitas; Diogo Fontenelle; Janice Shirley; Francisco Carvalho; Raimundo Cavalcante; Nirton Venâncio; Rogaciano Leite Filho; Ronaldo Cavalcante; Adriano Spínola; Gildemar Pontes; Carlos Emílio Corrêa Lima; Natalício Barroso Filho; Nilze Costa e Silva; Chico Leite; Franzé Rodrigues; Gilmar de Carvalho; Audifax Rios; Manoel César; Luciano Maia; Carlos Augusto Viana; Oscar Bezerra; Gabriel José da Costa; Roberto Matoso; Marisa Biasoli; Mano Alencar; Luciano Barreira; Laerte Magalhães; Regine Limaverde; Eliezer Rodrigues; Airton Monte; Augusto Pontes; Fernando Néri; Braúlio Ramalho; Renato Saldanha e muitos outros.



OBJETIVOS GERAIS DO CONGRESSO


* Congregar o máximo de Escritores, Poetas e Leitores, que atuam nas mais diversas atividades liberais e partilhar as angústias e as esperanças comuns para publicar, editar e formar novos Leitores críticos e conscientes;
* Discutir e propor ações para dinamizar o movimento literário cearense, bem como criar mecanismos que facilitem a produção e distribuição dos produtos culturais do Ceará;
* Além de congregar os que atuam no cenário das Letras, é preciso atrair Leitores e Editoras para se interessarem por autores novos, e também publiquem os veteranos;
* Conhecer, Propor e Participar da elaboração das Políticas Públicas Culturais dos Governos: Federal, Estadual e Municipal;
* Assegurar aos Escritores e Poetas a efetiva participação nos eventos Oficiais da Cultura no Ceará;
* Exigir prioridades condizentes com a realidade da Cultura Cearense, antes de importar modelos culturais milionários do Primeiro Mundo;
* Abrir " janelas " virtuais e reais para mostragem do Produto: " LITERATURA CEARENSE ";
*Lutar para a preservação de nosso patrimônio histórico e cultural, como Prédios, Praças, Igrejas, Parques Ecológicos e toda manifestação artística e popular que representem a Identidade de nosso povo.


NOVIDADE


Em 2016 a grande novidade será o CONGRESSINHO, dedicado para o público INFANTOJUVENIL, que acontecerá no DOMINGO dia 24 de julho, com brincadeiras, palestras e lançamentos de livros.


GRUPO CHOCALHO.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

ATENÇÃO ! - AVISO IMPORTANTE !


           
    



     






                ATENÇÃO !!!!


   
         AVISO IMPORTANTE !














V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ.



TENDO EM VISTA A GREVE DOS PROFESSORES DAS ESCOLAS PÚBLICAS DO ESTADO DO CEARÁ, ALGUMAS ESCOLAS FORAM OCUPADAS, ENTRE ELAS O LICEU DO CEARÁ, QUE ERA O LOCAL DE REALIZAÇÃO DO NOSSO CONGRESSO. COMO, ATÉ HOJE, NÃO EXISTEM GARANTIAS DA DIREÇÃO DA ESCOLA, QUE A OCUPAÇÃO TERMINE, ( SEGUNDO OS ESTUDANTES A OCUPAÇÃO SÓ TERMINARÁ COM O FIM DA GREVE, QUE NÃO TEM DATA PARA ACABAR ). SEM ESSA GARANTIA DE ESTRUTURA, APOIO DE PESSOAL, ETC, TRANSFERIMOS NOSSO EVENTO PARA A CASA DE JOSÉ DE ALENCAR, ONDE TEREMOS TODO APOIO ESTRUTURAL E O CENTRO CULTURAL CONTA COM RESTAURANTE, MUSEUS, ÁREA VERDE, AMPLO ESTACIONAMENTO, ETC. PEDIMOS DESCULPAS PELA MUDANÇA DO LOCAL E CONTAMOS COM A PARTICIPAÇÃO DE TODOS.



GRUPO CHOCALHO

V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ


TEMA:
LIBERDADE DE EXPRESSÃO: O PENSAMENTO E A DIALÉTICA
NA AÇÃO POÉTICA DO ESCRITOR, FORMANDO
LEITORES CONSCIENTES E CRÍTICOS.



LOCAL: CASA DE JOSÉ DE ALENCAR
ENDEREÇO: Av. Washington Soares, 6055 - Messejana, Fortaleza - CE, 60830-641
Telefone:(85) 3276-2379


DATA: 24, 25 E 26 DE JULHO DE 2016
ABERTURA DIA 24 DE JULHO ( DOMINGO ) ÀS 09:00 HORAS



MAIS INFORMAÇÕES NO BLOG DO GRUPO CHOCALHO:
http://grupochocalho.blogspot.com.br/

sábado, 18 de junho de 2016

VEM AÍ O V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ








         GRUPO CHOCALHO


V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ

TEMA: 

LIBERDADE DE EXPRESSÃO: O PENSAMENTO E A DIALÉTICA
NA AÇÃO POÉTICA DO ESCRITOR,  FORMANDO 
LEITORES CONSCIENTES E CRÍTICOS.              

        
LOCAL:   AUDITÓRIO DO LICEU DO CEARÁ 
                PRAÇA GUSTAVO BARROSO, S/N - JACARECANGA
                FORTALEZA  -  CEARÁ

 DATA:    24, 25 E 26 DE JULHO DE 2016  

ABERTURA DIA 24 DE JULHO ( DOMINGO ) ÀS 09:00 HORAS

    
                     FICHA DE INSCRIÇÃO

1- NOME: ____________________________________________________

2- E-MAIL:___________________________________________________

3- FONES: ___________________________________________________

4- CATEGORIA:
(    )  POETA;
(    )   ESCRITOR;
(    )   LEITOR.

5- PRETENDE PARTICIPAR DA FEIRA DO LIVRO ?
(    )  SIM;
(    )  NÃO.

6- PRETENDE LANÇAR LIVRO DURANTE O CONGRESSO ?  

(   )  SIM;

(   ) NÃO.                                               

NOME DA OBRA.

7- SUGESTÕES:



OBS: COPIAR, COLAR, RESPONDER  A FICHA  E MANDAR PARA O E-MAIL   auribertovc@yahoo.com.br


sexta-feira, 17 de junho de 2016

VEM AÍ O V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES



      V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ




LOCAL:  AUDITÓRIO DO LICEU DO CEARÁ
                 PRAÇA GUSTAVO BARROSO S/N -  
                 JACARECANGA
                 FORTALEZA -  CEARÁ

DATA:     DE 24 À 26 DE JULHO DE 2016

quinta-feira, 16 de junho de 2016

PEDRO LYRA NO V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ


PEDRO LYRA: UM POETA DO SÉCULO XXI 



PEDRO LYRA UMA DOS PALESTRANTES DO 
V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ, QUANDO LANÇARÁ SEU NOVO CD DE POESIAS E VAI FALAR SOBRE O TEMA: 
" POESIA E MÚSICA NO CYBER ESPAÇO ".

O CONGRESSO SERÁ  NOS DIAS 24, 25 E 26 DE JULHO DE 2016, NO AUDITÓRIO DO LICEU DO CEARÁ, PRAÇA GUSTAVO BARROSO, S/N - JACARECANGA - FORTALEZA - CEARÁ.

MAIS INFORMAÇÕES NO BLOG DO GRUPO CHOCALHO
http://grupochocalho.blogspot.com.br/



" Pedro Lyra nasceu em Fortaleza-CE, a 28.01.1945. Tem publicado:


Poesia:

Sombras – Poesia da dúvida. Fortaleza, Ed. do Autor, 1967. Prêmios "José Albano" da Universidade Federal do Ceará e "Poesia" da Academia Cearense de Letras, 1968.

Doramor – Uma trajetória da paixão. Fortaleza, Imprensa Universitária, 1969.

Poema-Postal. 1ª série: Fortaleza/Rio, 1970. 2ª: João Pessoa, 1971. 3ª: Fortaleza/Rio, 1986. 4ª: Lisboa, 1987. 5ª: Paris, 1989. 6ª série: Rio, 2009.

Decisão – Poemas dialéticos. Rio, Tempo Brasileiro, 1983. 2.ed.: 1985.

Musa lusa – Sonetos do amor. Lisboa, Limiar, 1988.

Desafio – Uma poética do amor. Rio, Tempo Brasileiro, 1991. (Reedição revista e ampliada de Musa lusa.)

Contágio – Poesia do desejo. Rio, Tempo Brasileiro, 1993.

Errância – Uma alegoria trans-histórica. Rio, Tempo Brasileiro, 1996.

Visão do Ser – Antologia poética com Fortuna crítica. Rio, Topbooks, 1998.

Jogo – Um delírio erótico-metafísico-econômico ou Uma aventura em versifrases. Rio/Fortaleza, Topbooks/Ed. UFC, 1999.

Vision de l’Etre – Anthologie poétique. Paris/Fortaleza/ Rio, L’Harmattan/Fundação Cultural de Fortaleza/Topbooks, 2000. Organização, tradução e prefácio de Catherine Dumas. Apresentação de Anne-Marie Quint.

Confronto – Um diálogo com Deus. Rio, Íbis Libris, 2005.

Argumento – Poem´y´thos globais. Rio, Íbis Libris, 2006.

50 poemas escolhidos pelo autor. Rio, Galo Branco, 2006.

Crítica:

Poesia cearense e realidade atual. Petrópolis/Fortaleza, Vozes/Universidade de Fortaleza, 1975; 2ª ed.: Rio, Cátedra/INL, 1981.

O real no poético. Rio, Cátedra/INL, 1980.

O dilema ideológico de Camões e Pessoa. Rio, Philobiblion, 1985. Prêmio IV Centenário da Morte de Camões do Real Gabinete Português de Leitura. Rio, 1982.

O real no poético-II. Rio, Cátedra/INL, 1986. Prêmio de Ensaio da Associação Paulista de Críticos de Arte, 1987.


Ensaio:



 Utiludismo – A socialidade da arte. Rio, Tempo Brasileiro, 1976; 2ª ed., revista: Rio/Fortaleza, José Olympio/Ed. UFC, 1982.


 Literatura e ideologia – Ensaios de sociologia da arte. Petrópolis, Vozes, 1979; 2ª ed., revista e ampliada: Rio, Tempo Brasileiro, 1993.

 Conceito de poesia. São Paulo, Ática, 1986; 2ª ed.: 1992.

Sincretismo – A poesia da Geração-60. Introdução e Antologia. Rio, Topbooks/ Fundação Rioarte/Fundação Cultural de Fortaleza, 1995.

Co-fundador da Universidade de Fortaleza (1973) e professor da Faculdade de Letras da UFC até 1981, quando se transferiu para a da UFRJ, onde ficou até 1997.

Foi, por 10 anos, colaborador do Jornal do Brasil (1976-85), onde recenseou grande parte da obra poética da Geração-60, reunida nos 2 vo­lumes de O real no poético, que lhe valeu o Prêmio de Ensaio da APCA em 1987 e serviu de base para a organização de Sincretismo. Colaboração retomada em 2008.

É sócio titular do PEN Club do Brasil, seção do Rio; coordenador por 20 anos da coleção Nossos Clássicos da Editora Agir, onde organizou os volumes dedicados a Vinícius de Moraes, a Carlos Drummond de Andrade (em parceria com Fernando Py) e a Camões (épico), refazendo a edição origi­nal de Aires da Mata Machado Filho, e reeditou vários outros nomes; organizou também a antologia poética de Neide Archanjo (Poesia. Rio, Guanabara, 1986) e a 15a edição da Luz mediterrânea de Raul de Leoni (Rio, Topbooks, 2000); ex-editor e atual membro da Co­missão Editorial da revista Tempo Brasileiro; colaborador do Jornal de Letras, Artes e Idéias e da revista Colóquio/Letras de Lisboa.

Tem poemas e ensaios publicados em vários países da América La­tina e da Europa e está presente em diversas antologias poéticas, no país e no exterior, sendo as mais recentes: Modernismo brasileiro und die brasilianische Lirik der Gegenwart (Berlim, Druckhaus Galrev, 1997), organização e tradução de Curt Meyer-Clason, com 6 sonetos de Desa­fio; Antología de la poesia brasileña (Barcelona, Laiovento, 2000), organização e tradução de Xosé Lois García, com poemas de 4 livros; Canto a un prisionero: Antología de poetas americanos (Ottawa, Editorial Poetas Antiimperialistas de América, 2005), organização e tradução de Elías Letelier, com um poema de Decisão (1985).

Em 2000, foi publicada na França, pela Editora l’Harmattan de Paris em convênio com a Fundação Cultural de Fortaleza e a Editora Topooks do Rio, Vision de l’Être – Anthologie poétique, uma versão reduzida e bilíngue de sua antologia poética Visão do Ser, com organização, prefácio e tradução de Catherine Dumas, e apresentação de Anne-Marie Quint, ambas professoras de Civilização Lusófona da Universidade de Paris-III/Sorbonne.

Sua obra vem recebendo um acolhimento amplamente favorável da melhor crítica de nossa literatura, nacional e estrangeira. Luciana Stegagno Picchio, uma das maiores autoridades européias neste assunto, considerou-o “poeta de sabedoria clássica e de inspiração social e política, mas também poeta do amor”. O poeta e professor Roberto Pontes afirmou que Decisão é “um dos melhores livros de poemas já publicados no Brasil”. Antônio Houaiss confessou-se “perplexo” diante de Desafio, livro “tão rico de conteúdos e formas”. Pierre Rivas leu Contágio como “um canto de amor martirizado, atravessado de amargura e de um epicurismo tranqüilo”. Gilberto Mendonça Teles viu em Jogo um poema “bem diferente de tudo que vem sendo feito na atual poesia brasileira, uma crítica verdadeiramente feroz ao mundo globalizado”. Fernando Cristóvão encarou Confronto como uma “pequena «selva oscura», como a de Dante a caminho do Paraíso”. Mario Pontes revelou em Argumento uma série de “argumentos para discordar” do estado do mundo sob o império unilateral do Neo-liberalismo. Nelly Novaes Coelho realçou-lhe, pelo inédito Plenidade, “A preocupação formal somada à sondagem da condição humana”, como um “poeta do épico e do lírico”. Wilson Martins considerou Errância como “um poema épico de alta qualidade e tessitura literária, uma meditação sobre o destino”, e a antologia Visão do Ser como “um concerto de alta literatura”. E Anne-Marie Quint o apresentou ao público francês como “uma das grandes vozes da poesia brasileira contemporânea”. No prefácio a Literatura e ideologia, Eduardo Portella resume: “...o poeta-crítico ou o crítico-poeta – e eis aqui um dos poucos exemplos de que a ordem dos fatores não altera o produto”.

Foi Professor Visitante em universidades de Portugal (1986, 1990), Alemanha (1987) e França (1989-90, 1993) e pronunciou conferências em diversas instituições de Lisboa e Porto, de Bonn e Colônia, de Viterbo e Roma, e de Grenoble, Clermont-Ferrand, Pau e Paris.

É Mestre em Poética (1978), Doutor em Letras (1981), com Pós-Doutorado em Tradução Poética na Sorbonne, onde foi “Chercheur Invité” por 2 anos (2004-2005). Atualmente, professor titular de Poética da Universidade Estadual do Norte Fluminense/UENF, Campos/RJ.

O poeta já tem dois livros sobre sua poesia, ambos publicados pela Editora da Universidade Federal do Ceará: Uma palavra marcada – Emoção e consciência na poética de Pedro Lyra, da professora Hermínia Lima, em 1999; e Uma poesia dialógica – Nove resenhas da obra de Pedro Lyra, do poeta e crítico Fernando Py, em 2003."


FONTE: BLOG ALMA DE POETA
http://www.almadepoeta.com/poemaspostais_pedro_lyra.htm

sexta-feira, 3 de junho de 2016

ADIADAS AS INSCRIÇÕES DO III FESTIVAL INTERCOLEGIAL DE POESIA ESTUDANTIL


 III FESTIVAL INTERCOLEGIAL DE POESIA ESTUDANTIL                                                      

                             ATENÇÃO !




A GREVE DOS PROFESSORES DO ESTADO DO CEARÁ JÁ DURA 40 ( QUARENTA ) DIAS E TEM NOSSO APOIO, PORÉM ESSE MOVIMENTO LEGÍTIMO DOS EDUCADORES, MANTÉM A MAIORIA DAS ESCOLAS ESTADUAIS FECHADAS, COM ISSO AS AÇÕES RELATIVAS AO III FESTIVAL INTERCOLEGIAL DE POESIA ESTUDANTIL FORAM AFETADAS E ATENDENDO SOLICITAÇÕES DE ESTUDANTES E PROFESSORES, O GRUPO CHOCALHO RESOLVEU ADIAR AS INSCRIÇÕES DO REFERIDO FESTIVAL.  COMO NÃO SABEMOS O DIA QUE SE ENCERRARÁ A GREVE E O RETORNO AS ATIVIDADES LETIVAS NAS ESCOLAS ESTADUAIS, RECEBEREMOS INSCRIÇÕES ATÉ 30 ( TRINTA ) DIAS APÓS O FINAL DA GREVE E O RETORNO DAS AULAS.
NOSSO OBJETIVO É NÃO PREJUDICAR OS ESTUDANTES  DAS ESCOLAS ESTADUAIS.


GRUPO CHOCALHO 

quinta-feira, 2 de junho de 2016

À DEUS, POETA !

Ideal Clube
4 h ·

O Ideal Clube está em luto. É com imensa tristeza que a Diretoria e os Conselhos idealinos comunicam o falecimento do nosso Diretor de Cultura e Arte, JOSÉ TELLES, nesta tarde de quinta-feira, 2 de junho. Que Deus conforte a família do nosso querido irmão. O velório será nesta quinta-feira, a partir das 20h, no Complexo Velatório Ethernus (Rua Padre Valdevino, 1688 - Aldeota) e na sexta-feira, às 8h, na Academia Cearense de Letras.
José Telles nasceu 12 de março de 1943, um praiano da vila Bitupitá, entre duas dunas semoventes e manguezais movediços. Desde cedo soube que as vírgulas respiram, os pontos calam, os apostos se declaram. Por esse e outros vieses soube ser herdeiro de fragmentos hipocráticos legendados na mitológica ilha de Cós. E mais, entre o sonho e o mito, soube cortejar as temíveis Parcas (Cloto, Láquesis e Átropo) para ter vida longa e um dia ser amante da poesia. Bitupitá era uma saudade exposta do jeito que o gosto gosta e onde sua insônia se debruçava em uma infância amorenada e doce. "É a vila por onde aporto, esteja vivo, esteja morto", dizia o poeta.
Certa vez, em uma entrevista, foi-lhe perguntado o que era a vida, Telles disse:
"Ah, vida! As vezes penso que somos pobres buscadores do absoluto, mas me contenho. Minha postura hipercinética, vez outra, dentro da dúvida é meu jeito de viver. Sou apaixonado por amigos e gosto de servir, apouca-me ser o favorecido, apraz-me a doação. Ora, já somos donos da mais bela matriz da natureza – a vida. Frui-la é mister. Deixe a vida invadir seu corpo, sua alma, seu nexo, seu sexo. Não necessitamos de uma saúde bíblica, gastemo-la com pequenas poções de prósperos pecados. Pense! Em nossas introspecções, descubramos a vida que há no silêncio, na porta que espia nossa nudez de boca aberta, no por do sol que se repete intenso à nossa indiferença, no gesto da mulher amada, ou na lágrima que invade de amores a pupila apaixonada. Ponha tudo isso à mesa, e sirva-se de saudade, amor e vida."


( COM INFORMAÇÕES DA DIRETORIA DO IDEAL CLUBE )


JOSÉ TELLES  RECEBENDO PLACA DE GRATIDÃO NO ANIVERSÁRIO DO GRUPO CHOCALHO

                                             JOSÉ TELLES E SEUS AMIGOS


                                TELLES, TOM BARROS E AURIBERTO CAVALCANTE

quarta-feira, 1 de junho de 2016

VEM AÍ O V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ



V CONGRESSO DE ESCRITORES, POETAS E LEITORES DO CEARÁ

LOCAL: LICEU DO CEARÁ
DATA:    24, 25 E 26 DE JULHO DE 2016

PROMOÇÃO:  GRUPO CHOCALHO

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES
http://grupochocalho.blogspot.com.br/
 

segunda-feira, 23 de maio de 2016

TRABALHO RECONHECIDO


GRUPO CHOCALHO...TRABALHO RECONHECIDO !

OBRIGADO DEPUTADO FERNANDO HUGO, DEPUTADO PROF. TEODORO E TODOS QUE RECONHECERAM E APROVARAM NOSSO TRABALHO.


CHOCALHO: AÇÃO POÉTICA HOJE

quinta-feira, 14 de abril de 2016

III FESTIVAL INTERCOLEGIAL DE POESIA ESTUDANTIL


CAPA DA II ANTOLOGIA DE POESIA ESTUDANTIL
 

               PRÊMIO GOVERNADOR WALDEMAR ALCÂNTARA

 

 

 ATENÇÃO !

 

  REGULAMENTO



III FESTIVAL INTERCOLEGIAL  DE POESIA ESTUDANTIL


 PRÊMIO GOVERNADOR WALDEMAR ALCÂNTARA

MINI-REGULAMENTO


1- OBJETIVOS

1.1- Levar para as Escolas Públicas e Privadas do Estado do Ceará um Projeto de Leitura e Escrita;

1.2- Colaborar no processo de permanência e sucesso dos estudantes na Escola;

1.3- Descobrir e dar oportunidade de surgimento de novos talentos, através da Poesia;

1.4- Incentivar e publicar a produção literária dos estudantes;

1.5- Formar leitores conscientes e críticos;

1.6- Popularizar e desenvolver no meio estudantil o gosto pela poesia.

2- PÚBLICO ALVO:

2.1- Estudantes regularmente matriculados e com frequência NORMAL nas Escolas Públicas e Particulares
       do Estado do Ceará;

3- DAS INSCRIÇÕES

3.1.- Cada estudante poderá se inscrever, GRATUITAMENTE, sob pseudônimo, com até 03 (três) POEMAS INÉDITOS em 05 (cinco) vias digitadas, acompanhadas por CD.
Os originais não serão devolvidos;

3.2- Os estudantes poderão se inscrever, COM ATÉ 03 ( TRÊS ) TRABALHOS, nos seguintes níveis:

** Fundamental. I ( até o 5º ano )

** Fundamental II ( 6º até o 9º ano )

** Ensino Médio, ( 1º ao 3º ano );

3.3.- As inscrições poderão ser feitas até às 18:00 h do dia 31 de MAIO de 2016, na SECRETARIA DE SUA ESCOLA, ou para GRUPO CHOCALHO  dia 31 de MAIO  de 2016 na  Casa de Juvenal Galeno – Rua General Sampaio, 1128 - Centro - Fortaleza – Ceará, CEP 60.020-030. 
A Inscrição Pelos correios , nesse caso,  a data impressa no envelope, será o comprovante do cumprimento do prazo. Trabalhos, fora do prazo serão desclassificados. Os poemas, além de de escritos em papel ofício, deverão estar gravados em CD, ser assinados por pseudônimo e em outro envelope separado deve conter os dados do Autor, como: Nome Completo, Endereço Completo, E-mail, telefones, nome da Escola com Declaração confirmando que o aluno está REGULARMENTE MATRICULADO E COM FREQUÊNCIA NORMAL.

4 - DA SELEÇÃO E PRÊMIO

4.1- A Comissão Julgadora selecionará os 100 ( CEM ) melhores poemas, que farão parte do   livro-prêmio III ANTOLOGIA DE POESIA ESTUDANTIL;

4.2- Entre os 100 ( CEM ) poemas, serão selecionados 18 ( DEZOITO ) poemas: 06 ( SEIS ) do Ensino Fundamental I ; 06 ( SEIS ) do Ensino Fundamental II e 06 (SEIS ) do Ensino Médio, para a GRANDE final que se realizará no dia 11 AGOSTO  de 2016, em local  a ser definido pela COORDENAÇÃO DO FESTIVAL. Nesse mesmo dia será lançado o LIVRO-PRÊMIO. Os 03 ( três ) primeiros colocados em cada nível receberão prêmios ( TROFÉUS, LIVROS, PRÊMIOS DOS PATROCINADORES, ALÉM DE DIPLOMAS);
4.3- Todos os inscritos receberão DIPLOMA DE PARTICIPAÇÃO.

5- A COMISSÃO JULGADORA

5.1- A COMISSÃO JULGADORA será formada por pessoas de destaque em nossa vida literária e membros do GRUPO CHOCALHO;

6. - OS CASOS OMISSOS SERÃO RESOLVIDOS PELA COORDENAÇÃO DO FESTIVAL;


MAIS INFORMAÇÕES:



BLOG DO GRUPO CHOCALHO
http://grupochocalho.blogspot.com/



 LEIA MAIS


AURIBERTO CAVALCANTE FALA SOBRE AS AÇÕES DO GRUPO CHOCALHO ( LEITURA E ESCRITA )... AÇÕES QUE ECOAM EM TODO CEARÁ, ATRAVÉS DOS FESTIVAIS DE POESIA ESTUDANTIL E DOS LANÇAMENTOS DAS ANTOLOGIAS  DE POESIA ESTUDANTIL...



POESIA ESTUDANTIL


As badaladas poéticas do Chocalho ecoaram em várias Escolas e no coração de muitos estudantes, fazendo brotar versos, rimas e sentimentos antes abafados pela falta de incentivo e oportunidade. 
O Chocalho fez despertar o poeta dentro de cada estudante, criando um clima propício para a explosão da poesia nas salas de aula. Poetas e musas desfilam em cada poema, muitas vezes embalados pelo amor, pela saudade, pela revolta causada pelos problemas sociais denunciados ou presente no romantismo, na ternura de um beijo juvenil. Metáforas, sussurros, berros, protestos, sonhos, fantasias, mundo real e fantástico, misturados nas idéias em ebulição, nas cabeças em formação de nossos estudantes. Se falta, em alguns poemas, a qualidade literária, a maturidade poética, sobra a grande vontade de participar, de mostrar que a poesia faz parte da rotina desses jovens. 
Chega a emocionar a participação das crianças do Fundamental I, onde os versos nos encantam pela beleza, pureza e uma visão de mundo racional e consciente, sempre em defesa da cidadania. O Grupo Chocalho está feliz, com esta AÇÃO e cumpre mais uma vez a sua Missão de lutar pela Cultura do Ceará; pela Poesia; pela inclusão da LEITURA e ESCRITA nas Escolas; incentivar o surgimento de novos talentos; lutar para publicar a produção literária dos nossos Poetas e Escritores; além de formar leitores conscientes e críticos. 
O Grupo Chocalho sozinho não seria capaz de promover essa AÇÃO e por isso AGRADECEMOS todos que acreditaram e participaram do nosso Projeto. Os dirigentes das Escolas, os Estudantes, os Apoiadores e os Patrocinadores. Continuaremos nossa cruzada cultural, sempre acreditando que somente através de investimentos na Educação e Cultura é possível se conquistar uma sociedade saudável, feliz e com justiça social.

PÃO, PAZ E POESIA !



AURIBERTO CAVALCANTE
COORDENADOR DO GRUPO CHOCALHO